Artigos

A Câmara Municipal do Funchal aprovou hoje, em Reunião de Vereação, a qual decorreu pela primeira vez via skype, a antecipação, com caráter de urgência, do apoio anual de 100 mil euros que é atribuído aos Bombeiros Voluntários Madeirenses, “no sentido de que estes profissionais tenham as melhores condições operacionais possíveis para enfrentar os desafios que se avizinham, reconhecendo-lhes o extraordinário brio com que exercem a sua missão de agentes de Proteção Civil, sem medo de encarar as dificuldades, e trabalhando em prol da cidade, nomeadamente na segurança de pessoas e bens, algo que temos a certeza continuará a ser feito exemplarmente ao longo deste ano, em permanente coordenação com os Bombeiros Sapadores do Funchal.”

O Presidente reiterou, na ocasião, “a confiança plena em todos os trabalhadores do Município que, neste momento, se encontram ao serviço, desde logo aos Bombeiros Sapadores do Funchal, que serão chamados a trabalho acrescido em circunstâncias excecionais como aquelas que vivemos, mas também aos colaboradores do Departamento de Ambiente e das Águas do Funchal, e a todos aqueles que mantêm os restantes serviços a funcionar. Deixo a todos uma mensagem de coragem e de orgulho no seu brio profissional, sabendo que com a sua competência, responsabilidade e solidariedade, estarão mais uma vez à altura das circunstâncias, tal como tem acontecido sempre nos momentos difíceis que temos enfrentado.”

Foi igualmente definido na Reunião de hoje que a Câmara Municipal do Funchal aceitará, doravante, sem quaisquer reservas, todos os pedidos de empreiteiros e prestadores de serviços com os quais foram estabelecidos contratos, no sentido de suspenderem a execução dos mesmos. A Autarquia reforça, desta forma, a sua total disponibilidade e solidariedade para com os seus parceiros económicos neste momento. Em termos de licenças para obras particulares, a Autarquia informa igualmente que todas as licenças em curso serão automaticamente prolongadas por um prazo de 30 dias, salvaguardando munícipes e investidores. Finalmente, a intervenção na escarpa sobranceira à Socipamo, entre a Fundoa e o Caminho dos Saltos, encontra-se concluída, pelo que a respetiva estrada foi hoje reaberta à circulação.

“Apelo à população para que confie na autoridade de saúde pública, nos trabalhadores do Município e no sentido de responsabilidade de cada um de nós. Estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para podermos voltar rapidamente à normalidade e juntos vamos conseguir vencer o COVID-19”, concluiu.