A Câmara Municipal do Funchal apela ao consumo no comércio tradicional e tem em curso a campanha  “Comércio do Funchal, Viva!”, com vista a apoiar a economia local perante os desafios que se avizinham. O Presidente Miguel Silva Gouveia explica que “ao longo dos últimos dois meses, foram muitas as iniciativas que promovemos para ajudar os nossos comerciantes, que chegaram a várias dezenas de negócios. Numa altura em que se antecipa a reabertura do pequeno comércio, queremos reforçar esta mensagem de encorajamento, para que os comerciantes saibam que, quando for o momento de reabrir, estaremos lá uns para os outros.”

Desde o início da pandemia, o Município lançou, entre outras, uma plataforma própria – “Comércio ao Serviço” – com vista a informar a população sobre serviços essenciais que se mantiveram abertos durante o estado de emergência, aderindo igualmente à plataforma nacional “Preserve”, para comprar vouchers no comércio local e usá-los quando os estabelecimentos questão fechados reabrirem. Ao mesmo tempo, os serviços municipais desenvolveram uma minuta de um Plano de Contingência para o setor empresarial do concelho, prestando apoio permanente, através do Balcão do Investidor, e esclarecendo individualmente as dúvidas colocadas pelos empresários. Todos os apoios existentes foram igualmente sistematizados nos canais oficiais da CMF.

Entre as várias medidas de apoio ao Comércio e Serviços que o Município tomou desde março, destacam-se ainda o “Mercado em Casa”, que permitiu aos comerciantes dos mercados municipais venderem fruta e legumes a casa de idosos e pessoas com deficiência, e a “Venda Itinerante”, que permitiu apoiar um grupo mais alargado de comerciantes e munícipes por todo o concelho, com incidência nas zonas altas. “A atual campanha é mais uma forma da Câmara Municipal demonstrar a sua confiança no comércio de proximidade, mas é preciso que todos os funchalenses também o façam, apoiando o negócio de gente que é resiliente por natureza, desde há muitos anos e perante muitas outras lutas e dificuldades”, conclui o Presidente, deixando o apelo à população.

Plataforma “Comércio ao Serviço” – para informar sobre serviços essenciais abertos

Plataforma “Preserve” – para comprar vouchers no comércio local

  • 17 estabelecimentos registados
  • Para acederpreserve.pt;
  • Registo de estabelecimentos comerciais

https://preserve.pt/comerciante/registo.

Ação do Balcão do Investidor

  • 80 minutas do Plano de Contingência desenvolvido pela CMF entregues às empresas
  • 71 esclarecimentos aos empresários (por escrito, online ou em vídeo)

Síntese dos apoios e benefícios às empresas disponível em: https://covid19.cm-funchal.pt/covid-19-empresas/