A Câmara Municipal do Funchal lançou, no passado dia 8 de maio, a iniciativa “Funchal, Cabaz Vital”, que se destina às famílias residentes no concelho que, fruto das dificuldades geradas pela COVID-19, viram reduzidos os seus rendimentos mensais, seja por situação de desemprego ou por condição de layoff de pelo menos um dos seus membros. Até hoje, já foram entregues 890 cabazes.

O Presidente Miguel Silva Gouveia considera que “a mais-valia deste projeto já é, neste momento, incontornável. Segundo os registos da Autarquia, já foram apoiadas cerca de 3000 pessoas em menos de três semanas de implementação. Esta é uma prova que, de facto, muitas famílias estão a passar dificuldades, pelo que a missão da Câmara é estar a seu lado e à altura desta situação, honrando a matriz social que tem pautado até hoje a nossa governação. Os funchalenses podem contar connosco.”

A freguesia com mais agregados apoiados até agora é Santo António, com cerca de um terço do total (307), seguindo-se São Martinho (188), São Roque (76), Santa Maria Maior (73) e São Pedro (55). A principal razão indicada pelos beneficiários relativamente a perda de rendimento é a situação de desemprego (345), seguida da situação de lay-off (327).

O Presidente acrescenta que “o Município continuará a investir neste projeto, conscientes das necessidades que nos estão a ser reportadas e enquanto estas perdurarem. Começámos, igualmente, a incluir nos cabazes receitas e dicas de conservação dos alimentos, alimentação saudável e redução de desperdícios alimentares, no sentido de prestar informação útil e ajudar os funchalenses em todas as frentes.”

Os cabazes são gratuitos e fornecidos a pedido, através do e-mail cabaz@cm-funchal.pt ou do telefone 291 214 083, de 2.ª feira a sábado, entre as 9h e as 12h, sendo que, no ato do pedido, os beneficiários têm de indicar o motivo da perda de rendimento. A entrega é efetuada pelo Município, por ordem de chegada dos pedidos, no período compreendido entre as 12h e as 17h, sendo o transporte igualmente gratuito. A Autarquia entregará, por mês, um cabaz aos agregados familiares até 3 elementos e dois cabazes aos agregados familiares com mais de 3 elementos.

Os cabazes são compostos por fruta e legumes da época, ervas aromáticas e ovos, todos de produção regional e assegurados pelos comerciantes de hortofrutícolas do Mercado da Penteada e do Mercado dos Lavradores, de forma rotativa.