O Executivo da Câmara Municipal do Funchal reuniu esta quarta-feira com os corpos dirigentes da Autarquia, num encontro com vista a fazer um ponto de situação das medidas que têm vindo a ser aplicadas pela Autarquia ao longo do último mês, para fazer face à pandemia de COVID-19 que afeta o concelho, e para definir algumas linhas de ação quer para o período da Páscoa que se avizinha, quer para o decurso do estado de emergência decretado a nível nacional, que se prolonga no mês de abril.

O Presidente Miguel Silva Gouveia garante que, durante a Páscoa, onde vigoram restrições ainda mais apertadas à circulação de pessoas, “todos os funchalenses poderão contar com o bom funcionamento dos serviços essenciais da Câmara Municipal do Funchal, que continuarão a ser assegurados com a disponibilidade e a excelência que nos caracteriza.”

“Até agora, fazemos, de resto, um balanço muito positivo das diretrizes que têm vindo a ser implementadas pelos nossos serviços, na salvaguarda quer da saúde pública, quer dos serviços essenciais, quer das questões económicas e sociais no concelho, pelo que elogio aquela que tem sido a briosa resposta de todos os nossos colaboradores, sem exceção, perante a situação difícil que vivemos.”

Miguel Silva Gouveia termina com o apelo para que “os funchalenses fiquem em casa com a sua família nesta Páscoa e respeitem escrupulosamente todas as recomendações das autoridades competentes. No terreno, a Câmara Municipal do Funchal continuará a responder presente a todas as solicitações que forem necessárias para garantir a sua segurança e bem-estar.”