A Câmara Municipal do Funchal aprovou hoje, por unanimidade, em Reunião de Câmara, a deliberação para atribuição de apoios financeiros a entidades de cariz social, no valor de 261 mil euros. Este é um procedimento que decorre ao abrigo do Regulamento de Atribuição de Apoios Financeiros ao Associativismo e Atividades de Interesse Municipal.

O Presidente da Autarquia, Miguel Silva Gouveia, explicou que “a Câmara Municipal tem vindo, desde 2014, de uma forma bastante transparente e integradora, a apoiar as entidades que estabelecem as suas atividades no concelho do Funchal. Num ano particularmente difícil onde a crise pandémica tem originado grandes distorções sociais, procuramos desta forma dar resposta às necessidades destas instituições pois essa também é uma responsabilidade das entidades públicas.”

“Nesse sentido, temos procurado trabalhar com todas a entidades do concelho e vamos atribuir cerca de 261 mil euros em apoios financeiros para diversas áreas, nomeadamente para acompanhamento e trabalho no terreno com pessoas em situação de sem-abrigo, apoios à alimentação de famílias e pessoas cuja situação socioeconómica empurram para a precariedade, apoio a projetos sociais de capacitação dos jovens da cidade, entre outros”, salientou o autarca.

As entidades apoiadas foram: Abraço – Associação de Apoio a Pessoas com HIV/SIDA, Associação Acreditar, APPDA, Associação Mão Solidária, Garouta do Calhau, Associação Monte de Amigos, Associação Portuguesa de Deficientes, Associação Presença Feminina, Associação Alternativas Jovens, Centro de Apoio aos Sem-Abrigo (CASA), Centro Cultural e Desportivo de São José, Centro de Reabilitação da Sagrada Família, CRIAMAR, Rede Europeia Anti-Pobreza, AMI – Fundação de Assistência Médica Internacional, Associação de Solidariedade Social – OLHO.te, Os Especiais, e a UMAR.

Miguel Silva Gouveia conclui que “a Câmara Municipal do Funchal procurou ser o mais abrangente possível na atribuição destes apoios, que acreditamos representar um novo fôlego para que estas entidades possam dar respostas imediatas para os problemas reais do dia a dia. Este investimento é mais um reflexo da gestão firme deste Executivo, comprometida com o interesse público, e que nos permite continuar a trabalhar  na  defesa dos direitos de todos os cidadãos do Funchal e no desenvolvimento social da cidade