A Câmara Municipal do Funchal transmite na próxima sexta-feira, dia 1 de maio, a partir das 11h, na sua página oficial de facebook, a missa em honra do Dia do Padroeiro do Funchal, São Tiago Menor. Este ano não haverá procissão e a missa será realizada na Sé Catedral à porta fechada, conforme determinações em vigor no atual Estado de Emergência, mas a celebração será presidida pelo Bispo do Funchal, D. Nuno Brás, e contará com a presença da Vereação, tal como é tradição.

O Presidente Miguel Silva Gouveia enaltece, em especial, que “a celebração do Dia do Padroeiro do Funchal é uma data com um significado histórico bastante adequado ao tempo em que vivemos.” A homenagem que o Município presta ao Santo remonta ao século XVI e invoca a proteção da população aquando do ciclo da peste no Funchal (1521, 1523 e 1538), tendo as autoridades camarárias de então entregue a guarda da saúde dos habitantes a São Tiago Menor.

Miguel Silva Gouveia contactou atempadamente D. Nuno Brás, transmitindo-lhe que “esta é uma tradição que a CMF faz questão de cumprir, honrando um voto muito antigo àquele que é o Padroeiro da cidade, e logo numa altura em que a nossa comunidade volta a ser afetada por um problema grave de saúde pública. Queremos, desta forma, aproveitar esta reflexão para lembrar que, além da proteção divina, temos de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para cuidar dos outros e da cidade.”

“Acreditamos que este será um momento muito representativo para os funchalenses, pelo que, apesar de não se realizar a habitual procissão na Baixa da cidade, manteremos viva a renovação do Voto a São Tiago Menor com uma missa em sua honra, transmitindo-a em direto para que esta possa chegar a toda a comunidade e a todos os madeirenses além-mar.”