A Câmara Municipal do Funchal está a proceder, desde março, ao pagamento das faturas aos seus fornecedores no prazo de 15 dias, sendo esta uma medida que se vai prolongar nos próximos meses, no âmbito do pacote de salvaguarda económica aos empresários do concelho.

O Presidente Miguel Silva Gouveia explica que, em abril, “a CMF pagou 1,2 milhões de euros aos seus fornecedores, quando em março já tinham sido pagos outros 5,9 milhões. Estes números refletem de forma concreta o esforço que a Autarquia tem feito desde que começou a pandemia, de modo a honrar os compromissos que temos com os nossos parceiros comerciais e de lhes garantir a maior liquidez possível, o que é essencial nesta fase, também para que os empresários possam pagar os salários aos seus colaboradores. Esta é uma medida a que daremos seguimento nos próximos meses.”

O autarca recorda que na última Prestação de Contas da Autarquia, aprovada no ano passado, “a dívida a fornecedores já se situava num mínimo histórico, sendo a mais baixa do último quarto de século no Funchal. Esta medida que agora introduzimos é mais um pilar que sustenta a condição do Município enquanto parceiro de confiança dos empresários do concelho, depois de todo o percurso que fizemos nos últimos anos.”

Desde que o atual Executivo Municipal entrou em funções, em 2013, o prazo médio de pagamento a fornecedores tem vindo a baixar sucessivamente e de forma significativa. “Faremos o esforço necessário nesta fase para pagar os serviços que nos são prestados com toda a prontidão, e com o rigor, a seriedade e a transparência que nos notabilizam.”