A Câmara Municipal do Funchal tem abertas a partir de hoje, dia 2 de junho, as candidaturas ao Programa de Apoio Extraordinário a Entidades de Caráter Social – “Funchal Apoia + Social”, que pode ser realizada por via eletrónica, através do site da Autarquia em: https://bit.ly/3uI14Lh.

Madalena Nunes, Vereadora com o pelouro do Desenvolvimento Social na CMF, refere que “face a recente conjuntura, a CMF recorreu à contratação de um empréstimo para assegurar os recursos financeiros necessários à implementação de medidas de combate aos efeitos económicos e sociais da COVID-19.”

Esta linha de apoio financeiro a entidades de cariz social tem uma dotação de 200 mil euros e visa reforçar o apoio a associações que desenvolvem a sua atividade no concelho, “através da implementação de atividades necessárias para melhorar a resposta das associações à situação atual e à aquisição de bens para efeitos de adaptação à crise pandémica”, acrescentou.

“As entidades em geral e as de caráter social, em particular, viram aumentar as suas despesas em consequência da maior exigência de higiene e segurança sanitária, bem como se viram obrigadas, para dar respostas à maior procura por parte do seu público alvo, a expandir as suas estruturas.”

Para aceder a este novo programa é necessário ser uma entidade de caráter social com sede ou delegação e atuação no concelho Funchal, há pelo menos um ano, e, ainda, demonstrar que a sua atividade sofreu um aumento de custos ou ampliação de estruturas para fazer face às circunstâncias da pandemia. Cada entidade poderá receber até 10 mil euros de apoio.

Madalena conclui que “o objetivo da Câmara Municipal do Funchal é garantir que todos conseguem ultrapassar a situação grave que estamos atualmente a viver, mantendo a sua atividade e o seu meio de subsistência, mas também adaptando a sua oferta às novas circunstâncias que todos enfrentamos a nível sanitário.”