A Câmara Municipal do Funchal tem abertas até ao próximo dia 31 de agosto, as candidaturas ao programa “Funchal Educa +”, uma iniciativa que disponibiliza, a título de empréstimo, equipamentos informáticos e acessos de internet a estudantes do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico ou do Ensino Secundário, que frequentam as escolas do Funchal. O processo de candidatura é feito online através do site do Município do Funchal.

O programa “Funchal Educa +” foi criado pela Câmara Municipal do Funchal em 2020, para dar resposta aos problemas socioeconómicos provocados pela crise pandémica. Durante este período conturbado que vivemos as famílias funchalenses estão a ser fortemente afetadas nos seus rendimentos mensais regulares, apresentado dificuldade em prover as despesas inerentes aos custos de educação, saúde ou de habitação, em consequência de situação de lay-off, precariedade laboral e do desemprego.

Neste sentido, a Autarquia vai continuar a disponibilizar durante o ano letivo 2021/2022, equipamentos informáticos e ligações de banda larga à Internet aos alunos funchalenses cujas famílias não dispõem destes recursos, garantindo uma educação igual para todos. Todos os requisitos necessários e documentos a apresentar para efetuar a candidatura ao “Funchal Educa +” estão disponíveis online no site https://funchalapoia.cm-funchal.pt.

A CMF recorda que todos os equipamentos cedidos aos alunos e alunas das escolas do Município é atribuído a título de empréstimo, devendo ser devolvido no final do ano letivo em boas condições físicas e tecnológicas, de acordo com as condições das normas específicas.

A Câmara Municipal do Funchal, através da Divisão de Mercados, vai promover, nos dias 13 e 14 de agosto, próxima sexta-feira e sábado, no Mercado dos Lavradores, a campanha de incentivo ao consumo “Por 30, oferecemos 5”. Assim, por cada 30 euros de compras realizadas, o Município vai oferecer um voucher de 5€ que pode ser usado no Mercado dos Lavradores ou no Mercado da Penteada.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, refere que “esta é mais uma iniciativa da CMF que visa auxiliar os comerciantes dos Mercados Municipais a fazer face aos constrangimentos provocados pela crise pandémica, incentivando a população para que visitem estes espaços e consumam os produtos regionais.”

Para usufruir desta campanha o cliente terá de efetuar uma compra única num espaço comercial do Mercado dos Lavradores e, como referido anteriormente, por cada 30€ em compras, recebe um voucher de 5€ para utilizar nos espaços comerciais aderentes (Lavradores ou Penteada). Para levantar o voucher o cliente deve dirigir-se aos Serviços Administrativos do Mercado e apresentar a respetiva fatura da compra para validação. A campanha é válida até término dos vouchers.

O Município do Funchal tem desenvolvido ao longo deste ano diversas campanhas de incentivo ao consumo local, como são disso exemplo a iniciativa “Ser Local”, a oferta de vouchers para consumo nas lojas do comércio local, as sessões de showcookings para promoção do produto local, as várias feiras temáticas, entre outras.

Miguel Silva Gouveia termina acrescentando que “o Executivo camarário vai continuar a trabalhar para mitigar todas as dificuldades que o comércio local atravessa, promovendo os Mercados Municipais como um espaço de eleição para a atividade comercial, com foco na promoção do produto regional, na manutenção e valorização dos próprios edifícios, e na recuperação económica dos mesmos.”